Por incrível que pareça ainda se discute muito sobre o dilema de investir em marcas ou privilegiar as vendas.
É a velha história de quem veio primeiro o ovo ou a galinha.

A verdade é que temos em todos os segmentos de Mercado muitas opções de escolha para a mesma coisa. É verdade também que existem cada vez mais abordagem nas pessoas para que elas comprem determinado produto ou serviço.
Estas abordagens podem ser ações de comunicações e ações de vendas através de vendedores.
E este é o dilema que se enfrenta. Valorizar a marca ou as vendas?

Para as empresas bem sucedidas, independente do seu porte, é claro que a resposta está em fazer as duas coisas! Não existe outra alternativa.

Todos precisam vender! Todos querem vender sempre mais! E isso só será possível se isto acontecer com qualidade.
E é justamente com qualidade que uma marca pode exercer papel fundamental no processo de vendas.

Somente através de uma marca diferenciada na cabeça das pessoas será possível sair da Guerra de preços, ganhar espaço na comparação com concorrentes, tornar-se sempre presente na lembrança das pessoas na hora da compra, conseguir espaço para ser atendido por compradores e tornar-se único e sem possibilidade de ser copiado por outras empresas.imggss16541
A marca é responsável pela decisão de compra. Compramos marcas e não só produtos. A marca representa os hábitos das pessoas e expressa até mesmo a personalidade da maioria.

A prova disso é que se não fosse assim, todos usariam roupas iguais e sempre as mais baratas. Não teríamos tantas opções de produtos e marcas. Não existiriam marcas e produtos que custam 10000000% mais caro que o “concorrente”e não poderíamos ter o privilégio de poder escolher as diversas variações de modelos de eletrônicos que fazem a mesma coisa, mas nos proporcionam experiências diferentes e inesquecíveis.

Para que uma marca seja construída, enganam-se as pessoas que dizem que é preciso de milhões em investimentos de comunicação, que isso é restrito somente aos grandes conglomerados e que só acontece isso com empresas que tem profissionais especializados e caros em construção de marcas.

Este é o grande engano.
Uma marca se constrói com relacionamentos fortes, duradouros, contínuos e profissionais.
E é aí que entram as vendas e vendedores neste maravilhoso processo de tornar uma marca única e vendedora ao longo do tempo.
Costumo dizer que as vendas e vendedores estão no centro de qualquer estratégia.
Não existe planejamento sem uma execução brilhante!

Por ete motivo é que prego sempre que as vendas devem trabalhar com grande inteligência. Costuma dizer que os planejamentos são a parte inteligente da empresa e eu costumo retrucar que inteligente é a empresa que sabe usar inteligência de forma completa.

Trabalhar as vendas de forma inteligente é ter os vendedores corretos, que trabalham com critérios, que fazem parte de tudo o que acontece na empresa, que tem em suas metas a realização de um propósito de tornar sua empresa e marca únicos no Mercado e que tem a inteligência de executar e levar os reais resultados que qualquer organização precisa, aumentar de forma frequente e continua as suas vendas.

Isso só é possível entre o casamento perfeito de uma marca forte, construida com relacionamentos duradouros criados pelos profissionais linha de frente, os vendedores!

É fundamental ter claro que uma empresa de sucesso que vende bem e sempre, é a empresa que coloca as vendas no centro de sua estratégia de construção de marca. Isso tornará a empresa cada vez mais reconhecida e tornará seus vendedores e suas vendas inteligentes e com resultados concretos!

Boas vendas sempre!

Fábio Fiorini é especialista em Branding (construção e gestão de marcas), vendedor, consultor e palestrante, levando empresas a aumentar as suas vendas através da construção de uma marca vendedora e auxiliando profissionais a tornarem-se uma forte marca vendedora. Entre em contato através do site: www.fabiofiorini.com.br.

Esta postagem foi autorizada pelo autor.